Entrevista Com DJ Tutu

16/09/2015

 

Vamos conhecer a história de um dos DJs mais queridos e talentosos da Noite Paulistana.

Seja bem vindo DJ Tutu!

 

 

     

                 

Quando inicio sua carreira musical?

 

R: Minha carreira musical, se iniciou  quando nasci (risos). Brincadeira, mas realmente o gosto mesmo de sair e meter a mão da massa pela musica foi em 1988.

Comecei  em uma equipe de som de um amigo de um tio. Nossa, como era cansativo!

Eu carregava caixas de som e discos o tempo todo, mas adorava. Fazia com vontade, pois  no final eu sabia que ia tocar  e no começo da festa era muito bom. 

 

 

Deparou-se com alguma dificuldade?

 

R: Sim com certeza, até hoje as dificuldades são muitas.

 

 

Qual seu segmento musical?

 

R: Hoje o meu seguimento musical é tocar  boa música  e de qualidade e que agrade  o meu público.

 

 

Quem lhe deu a primeira oportunidade?

 

R: Foi o Amigo do meu tio  no qual tinha uma equipe de som . 

 

 

Quais foram as casas noturnas que discotecou?

 

R: Nossa esta pergunta não vou saber lhe responder, pois  foram várias ( risos).

Como DJ residente foram : Freedays, PlismaLight , Skawalker  , Akbar e Lê Revê Club  casa noturna na qual estou  tocando no momento.          .   

 

 

Quais os trabalhos principais que realizou?

 

R: Trabalho principal que eu adorei de ter realizado foi o meu projeto de musica eletrônica chamado “NÚCLEO” que era realizado na zona leste de São Paulo.

 

 

Realiza trabalhos em quais locais no momento?

 

R: Sou  residente na Lê Reve Club.

 

 

Qual foi seu maior desafio ate hoje?

 

R: Meu maior desafio até hoje, foi ser chamando de última hora pra tocar em um show, onde iam gravar um DVD ao vivo com outros músicos e banda no estádio do Pacaembu para mais de 50.000 mil pessoas, onde eu nem sabia o que ia fazer até o momento do show. Só sei quando me deparei com a situação já estava no palco, mandando um back to back , scratch e várias outras façanhas (risos). Na hora fiz o que veio á  cabeça mas graças a Deus deu tudo certo .

 

 

Já pagou algum mico durante as apresentações?

 

R: Sim,vários micos ( risos).

 

 

Fale sobre um momento mágico que viveu musicalmente e onde foi.

 

 R: Momento mágico foi no meu projeto Núcleo junto com a MOVEMENT na qual eu tive o prazer de ter realizado . Foi uma das melhores festas de  DnB, com apresentação de Bryan Gee e  Mc Day, foi memorável.    

 

 

Antes de ser DJ, exercia outra profissão?

 

R:  Sim, era balconista em loja de discos e cds.

 

 

Um DJ consegue viver musicalmente nos dias de hoje?

 

R: Não está fácil hoje em dia, é muita procura para pouca oferta no ramo de DJ .

Se o profissional  buscar  nos lugares certos e se dedicar,  consegue sim viver só da musica.  

 

 

Qual a sua opinião sobre a profissão de DJ ser reconhecida a nível trabalhista?

 

R: Minha opinião sobre a profissão de DJ ser reconhecida,é a  mesma de vários outros DJs  que se dedicam . Ver a profissão que você ama ser  reconhecida, não tem preço.

 

 

O que e preciso para ser um bom profissional?

 

R: Para ser um bom profissional, tem que saber tocar e ter bom conhecimento musical, independente do estilo musical.

 

 

Qual conselho você daria para quem pensa em discotecar?

 

 R: Meu conselho pra quem  pensa em discotecar  é Dedicação e amor! É tudo que você precisa para ser bem sucedido!

 

 

                                                                                                        Fotos de alguns trabalhos:

 

 

 

 

 

Please reload