Entrevista com DJ Marcelo Mendes e DJ Mikee

06/06/2016

 

 

 

 

 

 Você toca há mais de 20 anos, teve participação em diversos projetos nas casas noturnas da Zona leste. Conte um pouco sobre seu início na cena eletrônica e sobre seu segmento musical. ( Marcelo)

 

R:  Comecei na década de 80, com aproximadamente dez anos de idade. Eu tinha alguns amigos, que promoviam os bailes na rua onde morávamos, na Ponte Rasa  (ZL), eram o Ronaldo e o Lírio. Eles organizavam os famosos bailinhos dos anos 70, e tocavam com discos de vinil. Eu ficava ali olhando, ouvindo e prestando muita atenção em tudo o que faziam.  Era a única coisa que me impedia de jogar bola (risos). Eu senti que tudo aquilo mexia muito comigo! Foi então que ouvi  " Yarbrough & Peoples Don´t Stop the Music "... Nunca mais saiu da minha mente.

 

Aos 13 anos, comecei a participar diretamente de festas nas ruas, tocávamos diversos ritmos,  mas não mixávamos , pois ainda não tínhamos os equipamentos adequados. Eu atacava até de dançarino... e por sinal, dançava muito... (risos).

 

Comecei a frequentar os bailes de Função na Fenders, posteriormente, fui na Toco e nunca mas saí.

Fiquei olhando o Dj Vadão mixando e a partir daí, resolvi seguir meu coração e me dedicar à música e  fazer aquilo que realmente me realiza como ser humano e profissional.

 

Meu segmento musical é na linha do  Jungle / Ragga / Break Beat / Jump Up  E Neuro.

 

 

 

 

 

Após um longo tempo tocando, você resolveu “Dar um Tempo”. O que aconteceu para que você tomasse essa decisão? (Marcelo)

 

R: Me decepcionei com alguns amigos, preferi parar e me dedicar a outros assuntos pertinentes para o momento.

 

 

 

 

 O que te fez retornar para a cena eletrônica após esse período de total reclusão? ( Marcelo)

R: O que me fez  ter vontade de voltar com força total, foram as seguintes palavras ditas pelo meu filho Mikee:  - " Pai , eu quero ser DJ e  fazer o que vc fazia  ".

 

Nesse momento, eu senti que tinha feito a coisa certa e que voltar, seria a melhor decisão a ser tomada.

 

 

 

 

Você é o famoso” Homem Bombril” ( risos). É marido, pai e músico. Consegue conciliar tudo?  ( Marcelo)

 

R: O tempo é escasso! Não é fácil ser marido, pai e DJ, mas tenho uma esposa maravilhosa e que me dá total suporte.

Ela me ajuda muito, tem total respeito pelo nosso trabalho (meu e do Mikee), e graças a ela e a nosso esforço, estamos conseguindo  conquistar nossos  sonhos.

 

Eu e meu filho, trabalhamos duro, estudamos dia e noite, errando e acertando, melhorando a cada dia e também buscando nosso lugar ao sol.

 

 

 

Todos os seus filhos, curtem uma boa música, porém, o Mikee decidiu seguir seus passos e se tornou DJ também.

Com apenas  treze anos, e tocando desde os onze,tem chamado a atenção de diversos artistas nacionais e internacionais pelo feeling musical apuradíssimo.

Como você se sente ao  ver seu filho  já nesse patamar, com apenas 13 anos? ( Marcelo)

 

R: É  um mix de sentimentos, Debby!  Orgulho, felicidade e esperança.

Fico feliz por ver sua dedicação e seu total comprometimento como profissional, apesar da pouca idade. Ele entende e enxerga tudo como trabalho, embora se divirta bastante.

 

 

 

 

 De onde surgiu a vontade de se tornar DJ? Você acha que foi por influência e incentivo do seu pai? (Mikee)

 

R: A vontade de tocar, sempre esteve comigo. Acho que já nascemos músicos, porém, no meu caso, meu pai me influenciou bastante, pelo ótimo profissional que sempre foi.

 

“ Eu queria ser como ele”. Atualmente, trabalhamos juntos, nos divertimos e estamos conquistando  nosso espaço a cada dia.

 

 

 

 

 Você enfrentou algum obstáculo por conta da sua idade, quando começou? ( Mikee)

 

R: Infelizmente sim, alguns profissionais  me viam como uma ameaça  quando eu participava dos eventos. Eu percebia isso  pelo tratamento para comigo quando chegava para tocar. Eles  se sentiam constrangidos pelo fato de eu ser novo e já ter conhecimento musical e feeling suficientes para fazer um set bacana.

 

 

 

 

São aproximadamente 2 anos se apresentando em diversas festas da cena eletrônica e seus vídeos tem gerado milhões de visualizações na internet. Você esperava essa resposta tão rápida do público em relação ao seu trabalho? (Mikee)

 

R: Sinceramente, eu não imaginava, mas meu pai sempre disse que isso ia acontecer um dia.

A cena eletrônica tem  uma necessidade gigantesca de renovação e creio que eu , assim como muitos, façamos parte desse momento.

 

 

 

 

Quais as festas que você se apresentou e quais as que você gostaria de  se apresentar? ( Mikee)

 

R: A  primeira foi  a Love Pool  Party´s  com  11 anos, as outras foram a  Groove for Lovers  e a  Maratona eletrônica.

Sobre os trabalhos nas Web rádios, eu gostaria de tocar em todas, estou me organizando para isso, pois tenho recebido muitos convites !

 Sou muito grato e irei mostrar meu trabalho a todos com o prazer !

 

 

 

 

Além de ser um ótimo DJ, qual profissão você gostaria de exercer futuramente? ( Mikee)

 

R: Talvez  eu seja um programador /desenvolvedor de aplicativos. Gosto muito !

 

 

 

Quais seus artistas prediletos do Drum N Bass que o inspiraram musicalmente? ( Mikee)

 

R: Sinceramente? Eu me inspirei em vários e admiro todos os profissionais  de D & B da cena brasileira e os internacionais  também , porém,  prefiro não correr o risco de esquecer  de mencionar alguém , quero apenas parabenizar a todos que vem trabalhando arduamente para conseguir atingir seus objetivos.

 

 

 

 

 Fale um pouco sobre seu trabalho com seu pai, na Web Rádio Onda Sonora. ( Mikee)

 

R: A Onda Sonora, foi o primeiro lugar onde tive a oportunidade de tocar com toca discos e falar no microfone. Tem sido muito importante para minha carreira este trabalho.

Nossa proposta,  é tocar um pouco de tudo e sempre que possível, convidar  DJs de diversas vertentes para divulgarem seus  trabalhos.

 

 

 

 

Você se imagina em grandes festivais da cena eletrônica algum dia ? Quais seus planos para o futuro ? ( Mikee)

 

R: Sim, gostaria muito de ter a oportunidade de participar da Tomorrowland e  tocar Drum N Bass no palco principal.

Sobre meus planos para o futuro, quero continuar tocando, aprendendo e melhorando a cada dia .

 

 

 

 

 Vocês acreditam que o segredo do sucesso de vocês, está na união e cumplicidade? ( Marcelo e Mikee)

 

R: Sim, juntos nos erros e acertos, sempre!

 

 

 

 

Gostariam de prestar alguma homenagem ás pessoas que acompanham o trabalho de vocês  ou a alguém especial? ( Marcelo e Mikee)

 

R: Sim, a todos que direta ou indiretamente estão nos acompanhando, assistindo aos nossos vídeos e nos dando oportunidades.

 

Em especial, sempre a Deus, a nossa Mamacita Mariana, filhas e filhos, a você Debby pela oportunidade, ao Rods que chamou para tocar em seu programa em uma WEB TV, ao Rick Wolff que indicou o Mikee para a Rave Love Pools Party´s, a Tatiana Carvalho que chamou para a Groove 4 Lovers e Maratona Eletrônica, ao Ricardo Viana, a Web Rádio Onda Sonora, ao Ban e Marnel que nos convidou para participação no  Tem Bass, ao Crew da Sunday Loko .

 

Grande abraço e muito obrigada a todos vocês!

 

                                                                                                 

 

                                                                                                       Confira a galeria de fotos!

 

 

 

 

                                                                       Confira os videos de algumas apresentações do DJ Mikee !

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Contatos :

 

https://www.facebook.com/marcelomendes1904?fref=ts 

 

https://www.facebook.com/djsliveset/?pnref=lhc

 

https://www.facebook.com/djmikee?fref=ts

 

 

 

 

 

 

 

Please reload