O Caminho Sem Volta Da Arte

01/08/2016

 

 

Quando falamos em arte, nosso sistema cognitivo faz menção a museus e similares, mas raramente elencamos toda a diversidade que esta propicia.

 

A arte está relacionada ao sentir, ou seja, tudo aquilo que provoque uma transformação em quem a receba, classificamos como arte.

Quando as Escolas Literárias estipulavam períodos e denominavam-nos, talvez fosse mais fácil esta percepção; atualmente isto não ocorre, o que vivenciamos é chamado apenas de pós-modernismo, de uma maneira geral. 

 

Acredita-se que muito se perdeu com essa radicalização que a arte atual tem estampado, porém nada mais é que o reflexo de uma sociedade necessitando de mudanças, como exatamente acontecia no Barroco, Arcadismo.. etc.

 

Em relação ao Brasil, destacando-se Rio de Janeiro e São Paulo, uma predominância artística tem gerado muitas críticas: o funk.  O tipo de letra exposto vai da vulgarização sexual ao grito de liberdade de pessoas oprimidas. 

 

Em ambos os casos, podemos perceber que, há um público que se permite consumir o estilo e outro que vive a criticar. 

 

A ideologia de uma sociedade reprimida não está ligada aos dominantes.  Este estilo musical reflete a necessidade de serem ouvidos, é o clamor de quem precisa fazer uma letra chamada de vulgar para uns, com o intuito de que alguém se interesse e entenda a prece ali contida.

 

Minha tarefa não é de direcionar-me a um ou outro ponto, mas sim o de refletir sobre esses aspectos. 

 

A arte é o retrato das pessoas, o que eu defino como manifestação artística, outro pode ser contrário, porém, para ser contra é preciso conhecer e, em sendo contra, já provou que era sim arte, pois houve uma transformação que o fez opinar.

 

  Complexo? Então é arte, pois a arte é complexa.

 

 

 

Alexandre Battel é ator e diretor de teatro e dirigiu diversas peças em São Paulo. Confira fotos de alguns trabalhos!

 

 

 Contato: 

 

https://www.facebook.com/alexandrebattel.0612?fref=ts

 

 

 

Confira a sua  entrevista exclusiva para o site:
 

http://www.debbymian.com/#!Entrevista-com-o-ator-e-diretor-Alexandre-Battel/ctvi/55dc8e0e0cf22dbd375d3307

 

 

 

 

 

Please reload