Entrevista com DJ Andragg

26/08/2016

 

 

 

Queridos, bati um papo  com o irreverente e divertido Dj Andragg , onde ele nos conta um pouco sobre seu trabalho durante mais de 20 anos de cabine e relata  histórias engraçadíssimas  que viveu durante sua trajetória como DJ !

Ele é  conhecido pela sua técnica musical apurada , vestuário impecável e pelos sets pesados e diversificados .

 

Welcome, Andragg!

 

 

 

De onde surgiu o nome “Andragg” e como foi seu início pelas pistas de SP?

 

R: O nome ANDRAGG nasceu das brincadeiras da eterna LUANA MALUCAT, que na verdade me batizou como ANDRÉG por causa das drag queens ( risos).

Com o tempo eu só troquei ANDRÉG por ANDRAGG, a fonética é melhor e o GG , é uma brincadeira pelo meu gosto pelas gordinhas (risos).

 

 

 

Você veio de uma época, onde todos tocavam música eletrônica, independente do estilo ou vertente. Após alguns anos, tudo foi se ramificando e surgiram novos segmentos musicais. Você acha que essa mudança foi positiva ou negativa?

 

R: Super positiva...

Na verdade eu sou da época da SOUL MUSIC,mas sempre respirei música desde criança,assim adquirindo conhecimento em todos os estilos,mesmo porque, a música é universal!!!

 

 

 

Quais foram as casas noturnas e projetos mais importantes para sua carreira, em sua opinião?

 

R: Casas noturnas foram: Contramão, Toco, Overnight, Sound Factory, Nation e A Loca.

    Projetos: TechnoSCIENCE dos meninos de Suzano (Daniel Corvello, José Mário Correia e Relison Vital).

 

 

 

Durante sua trajetória, com mais de  20 anos como DJ, você teve oportunidade de conhecer diversas personalidades de toda a cena da E- Music. Quais foram os Djs que passaram pela sua vida e que continuam presentes atualmente?

 

R: Muitos passaram pela minha vida, porém, os que estão mais presentes são:

Gu Souza, Ilya Simioni, Eduardo Gkd, Marco Antônio Marky, Mimi, Jonh Dias e muitos outros.

 

 

 

O público que o conhece pessoalmente, diz que você é muito divertido como profissional e principalmente, como ser humano (risos). Qual foi o momento mais engraçado que você viveu na cabine durante sua trajetória ou a maior gafe que você cometeu?

 

R: -  Momento Engraçado( risos).

 Apanhar de duas gordinhas   dentro da Sound Factory Penha! Motivo: Eu pegava as duas ao mesmo tempo e na noite  em que eu fui tocar  como DJ convidado, elas resolveram aparecer ao mesmo tempo eu não tive como me safar !

 

- Maior Gafe

Tocar a música do Tony Sapiano no mesmo em dia que tocamos juntos antes dele (risos).

 

 

 

Como você considera a  cena eletrônica nos dias de hoje? Acredita estar crescendo em relação á projetos e público ou o contrário? Se não, o que falta para melhorar?

 

R: A cena eletrônica nos dias de hoje, é bem democrática, você tem várias ramificações do gênero para desenvolver seu trabalho.

Em relação à projetos também tem bastante,o q pode ser uma faca de dois gumes,pode também deixar o público preguiçoso quanto à casas noturnas e eventos em geral.

 

Em relação á noite, o que precisa melhorar, é o respeito dos Djs pela pista. Na minha opinião, você não tem que tocar o que gosta e sim o que faz a pista fluir.

 

 

 

Que artistas você considera Top e que mereciam entrar para os grandes festivais ou premiações?

 

R: Eduardo Gkd, Gu Souza, Ilya Simioni e Ronald Pacheco.

 

 

Você sonha em tocar em algum local em especial , até mesmo fora do país?

 

R: No Brasil,seria o máximo tocar na GREEN VALLEY e fora do Brasil, adoraria tocar em Berlim.

 

 

 

Quais os projetos que você está envolvido atualmente?

 

R: Estou envolvido com meu projeto atual, o OSTENSIVE.

 

 

 

Sua família é animadíssima e sua esposa é presença confirmada nos “Fervos” em suas festas. Fale sobre a importância do apoio da família na vida dos DJs.

 

R: Eu acho que no geral,a família soma muito. 

 

Eu venho de uma época  em que ser Dj era coisa de vagabundo,não tive apoio da família no começo, mas construí minha família com minha esposa e meus  filhos e eles são meu melhor público e fãs e vice-versa.

 

 

Gostaria de agradecer alguém em especial e ou deixar uma mensagem ao seu público, que o acompanha desde o inicio?

 

R: Gostaria de agradecer ao RAMILSON MAIA, que foi o cara que gritou para o mundo : - ELE MANJA DE MÚSICA!

Em seguida, me colocou na extinta DISCOMANIA,onde eu comecei a ser conhecido.

 

Agradeço também ao  DJ Duim de Suzano, um cara na ativa até hoje e que foi o cara que me ensinou a mexer nos toca discos.

 

E também a uma pessoa que está  lá no céu, CHRISTIANE ADELINO GONÇALVES, por nunca deixar eu desistir.

 

                                                                       "Estará para sempre em meu coração!!!"

 

 

 

BIOGRAFIA

 

DJ ANDRAGG ( André Luiz Pinto Neto )

 

Melhor álbum de todos os tempos :  Orbital Snivilization

 

Música eletrônica: Follow me- Jam Spoom

 

As três melhores noites em seus 23 anos de carreira:

 

- A Loca Club em 1998 com Ana e David ( Pet Duo)

- Festa do Mackenzie no Edifício Dacon em 2002 com Daddy Yankee

- P12 Internacional com Solomun em Jurerê SC (2014)

 

 

 

Confira a galeria de fotos!

 

 

 

 

Assista uma das apresentações do DJ Andragg-  Ponto Dos Djs!

 

 

 

 

 

Please reload