Entrevista com Renato Tecnic da Soulbass Recordings

05/10/2016

 

 

 

Conversei com o idealizador do Soulbass Recordings, o Selo  está no mercado musical há apenas  dois anos e vem crescendo  absurdamente no Brasil, tem dado  oportunidade  para novos Djs  que trabalham com seriedade e profissionalismo e também abre espaço para os artistas veteranos que desejam um UP nos trabalhos.

 

Welcome, Renato Tecnic!

 

 

 

 

 

O que você fazia antes de dedicar-se ao cenário musical?

 

R: Quando completei meus 18 anos, comecei a cuidar dos negócios do meu pai e cuido até hoje (risos).

 

 

Como foi seu inicio como DJ e quais foram os eventos que você teve oportunidade de mostrar seu trabalho?

 

R: Comecei tocando samba rock com meus primos ,  depois de um tempo ganhei um par de toca discos, treinei bastante  e comecei a frequentar as festas.

Um dia, recebi o convite para tocar  na festa do meu amigo Márcio diamantino e a partir daí tive oportunidade de tocar em várias festas e projetos.

 

 

De onde surgiu a idéia de criar o Selo Soulbass?

 

R: Eu sempre admirei a Hospital Recordings e a  Metalheadz, um certo dia o Fábio Simplification estava em meu estúdio e eu disse a ele que iria criar meu selo e ele automaticamente me apoiou e disse: Cara, vai pra cima!

Foi a partir de então que nasceu a Soulbass Recordings.

 

 

Quais os artistas que fazem parte atualmente?

 

R: Random Movement, Abstr4ct , Broken System, Simplification, Translate, ShuffleMind, L-side, Interface Bass, Ncamargo, Electric Soul, Márcio Mouse, Unreal, Felipe No one, Duoscience, F.L.V e Mystific.

 

 

Como funciona o trabalho de um Selo de um modo geral?

 

R: A Soulbass, funciona da seguinte forma, o primeiro contato com o  artista quem faz é o Lucky , depois as tracks  passam por uma análise e se estiver no perfil do Selo, aí o artista assina o contrato conosco.

Em seguida, vem a parte da masterização que é feita por mim e terminando esse processo é só fazer a distribuição para 200 lojas online no mundo!

 

 

Na sua opinião, qual a importância da divulgação do Selo e dos artistas que fazem parte? É necessário ter um site para propagar todo o trabalho ou o mesmo resultado pode ser obtido somente pelas redes sociais?

 

R: Sim, é importante ter um site! Porém, as redes sociais  também são ótimas ferramentas para divulgar o trabalho dos artistas e do selo de um modo geral.

 

 

Quais artistas você gostaria de convidar para fazer parte da família Soulbass?

 

R: Damos e sempre  daremos oportunidade para todos que se empenham em fazer o melhor trabalho possível.

 

 

 

Gostaria de deixar uma mensagem especial á alguém e também aos artistas que fazem parte do Selo?

 

R: Primeiramente,  agradeço á você, Debby Mian, pela oportunidade e o suporte que você vem dando á Soulbass.

 Gostaria de dizer ás pessoas, para que nunca desistam dos seus sonhos, nem desanimem, sejam persistentes!

Um forte abraço á todos!

 

 

 

 

Confira fotos de alguns trabalhos!

 

 

 

Please reload